Apps Financeiras e não só: Ainda há almoços grátis… no mundo do Software Livre

“Não há almoços grátis”, esta é uma frase que se ouve amiúde em conversas mais ligadas à economia e finança e até na área das TI, no entanto no mundo do Software Livre ainda existem diversos almoços e até sobremesas grátis, a única coisa que se pede é que estejamos dispostos a pôr a mesa, ou seja aprendermos a usar esse software.

Ao consultar diversos blogs e sites relativos a informação económica apercebi-me que diversos ficheiros e dicas que por lá mencionam e que têm disponíveis para download geralmente são proprietários ou recomendam software desse tipo, há que mudar isso e explicar que existem alternativas muito válidas do lado do Software Livre, aqui ficam exemplos dele o qual se pode fazer o download e instalar de forma legal em qualquer computador, seja ele particular ou empresarial.

Tentando ser breve mas ao mesmo tempo oferecendo uma panorâmica geral do que se pode fazer com o computador que pensávamos já não servir para nada e que encostámos a um canto, vou tentar demonstrar que ele ainda pode servir para muito e bom trabalho, afinal de contas não é má ideia quer para a nossa bolsa quer para o planeta levarmos em conta o Manifesto da Reparação.

Começo esta entrada com exemplos de Suites de escritório livres / Folhas de Cálculo e Processadores de texto.

Por forma a abrir e trabalhar nos ficheiros disponibilizados por esses sites, existe diverso software livre que podemos usar.
Já agora a melhor forma de partilhar este tipo de ficheiros é usando os formatos padrão ISO, ODF e PDF suportados pelo software referido abaixo bem como pelo MS-Office usando o plugin ODF-Converter. (Seria útil que a malta do LibreOffice criasse um plugin uma vez que desconfio bastante deste patrocinado pela microsoft, o que a Sun disponibilizava era muito bom, mas após a aquisição pela Oracle passou a ser bem pago)

A sua utilização é em tudo semelhante ao conhecido MS-Office, é usado em empresas como por exemplo a portuguesa Radio Popular bem como no Banco do Brasil e Gendarmerie francesa, entre outros locais.

https://i1.wp.com/www.documentfoundation.org/img/slides/scaled/extrusion-small.png 

via LibreOffice

  • Abiword – um leve e rápido processador de texto, muito semelhante a versões mais antigas do MS-Word.

O projecto Abisource disponibiliza ainda de forma gratuita um local online onde podemos guardar os nossos documentos, bem como diversos plugins, incluindo dicionários.

https://i2.wp.com/www.abisource.com/screenshots/abi-macosx.jpg
via Abisource
https://i2.wp.com/projects.gnome.org/gnumeric/images/gnumeric-sample.png 

via Gnumeric

  • Google Docs
    – existe ainda a possibilidade de usar os ficheiros disponibilizados no
    Pedro e o blog directamente online através do google docs que está
    facilmente acessível a qualquer pessoa com uma conta do Gmail.

A google oferece também para além do espaço onde podemos guardar os documentos online, cerca de 1Gb, um processador de texto, folha de cálculo e programa de apresentações, tudo com a possibilidade de exportar os ficheiros para os formatos padrão ISO reconhecido internacionalmente, como o ODF e o PDF.

Se usarem o browser Mozilla Firefox têm ainda duas extensões que vos facilitarão as coisas, podendo manipular directamente os ficheiros sempre online, são elas a Better Gmail e a Google Docs Viewer.

Para encerrar esta primeira parte, indico ainda alguns leitores de ficheiros PDF que são mais rápidos, mais leves e mais seguros que o habitual Adobe Reader.

Termino esta já longa entrada com exemplos de Software Livre para a Gestão Financeira pessoal e de Bolsa de Valores.

https://i2.wp.com/www.grisbi.org/images/screenshots/grisbi-cvs-transactions.png 

via Grisbi

Por último e para os mais aventureiros que queiram como acima refiro,
retirar o pó a algum computador que tenham já na arrecadação, seja desktop ou portátil e que queiram torná-lo numa ferramenta de trabalho porque não experimentar uma distribuição de GNU/Linux como a Linux Mint LXDE, LM Xfce, ou ainda a #!CrunchBang, leves, bonitas, fáceis de instalar e de usar e que com dois ou três cliques podem instalar todo este software de forma muito fácil, sem custos e ainda por cima sem malware ou viroses.

Ou ainda ir seguindo a minha colecção de entradas sobre Software Livre para criar uma máquina de trabalho e consulta ainda mais leve que a acima referenciada, a #LowSpecBox🙂

https://i0.wp.com/linuxmint.com/pictures/screenshots/isadora/xfce/isadora.png 

Powered by ScribeFire.

Uma resposta to “Apps Financeiras e não só: Ainda há almoços grátis… no mundo do Software Livre”

  1. CSV2QIF – This script converts the CSV provided by CGD (CAIXA GERAL DE DEPOSITOS) home banking system to a QIF format so the it can be imported to personal finance systems.
    https://github.com/mjvm/csv2qif

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: